O que fazer ao ultrapassar o limite de 20% de faturamento da MEI?

Neste artigo você vai ver:

Veja O Que Fazer Ao Ultrapassar Blog - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Veja o que fazer ao ultrapassar o limite de 20% de faturamento da MEI

Sua empresa cresceu, e você ganhou mais dinheiro. Esta é uma excelente notícia, mas ainda é uma fonte de preocupação. Você descobrirá como manter sua empresa em conformidade com a lei neste artigo.

Quem é microempreendedor deve seguir algumas normas para manter a regularização do negócio, e uma delas é o limite de faturamento.

 Se a sua empresa está crescendo e o teto de receita foi ultrapassado, é preciso tomar atitudes para enquadrá-la em uma nova categoria, ou regime tributário, garantindo que os recolhimentos dos impostos sejam adequados e que a atuação permaneça regularizada.

 Quer saber mais sobre o assunto? Neste post, vamos mostrar como proceder caso passe do limite de faturamento de MEI! Continue a leitura e confira!

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A ERJ pode ajudar você na abertura de sua empresa, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Empreendedor, confira também os artigos listados abaixo.

Como funciona o limite de faturamento MEI

O MEI (Microempreendedor Individual) foi criado em 2008 pela Lei Complementar n°128 com o objetivo de retirar pequenos empreendedores da informalidade. O programa se torna vantajoso para esse grupo, pois permite a emissão de nota fiscal, contratação de até um empregado, possibilidade de obter auxílio-doença e auxílio-maternidade, entre outros benefícios.

 Quando foi criado, o limite de faturamento do MEI era de R$ 36 mil, depois passou para R$60 mil e em 2017 esse valor foi alterado para R$ 81 mil, sendo o montante que permanece atualmente. Há um Projeto de Lei Complementar (PLP) n°108/21 para aumentar o teto de ganhos, entretanto, ele ainda está em tramitação.

 A exceção no limite de ganhos de R$ 81 mil fica para a categoria de transportador autônomo de carga, que faz parte do MEI Caminhoneiro e tem renda bruta anual diferenciada, conforme Lei Complementar n°188/2021.

 Vale destacar ainda que no primeiro ano como MEI, o limite de faturamento será proporcional ao período. Sendo assim, se a inscrição for feita no decorrer do ano, o teto será menor, então, é fundamental dar atenção a isso. 

 Para um MEI que fez o registro em abril, por exemplo, o limite para o primeiro ano será de R$ 60,75 mil para chegar a esse montante é necessário multiplicar a média de faturamento mensal definida pela legislação (R$ 6.750) com os meses restantes do ano.

Como calcular o faturamento do seu MEI

O controle financeiro é essencial para o crescimento do negócio e para manter a regularização do seu MEI. Dessa forma, é preciso enviar anualmente, até o dia 30 de maio, a Declaração de Faturamento, que compreende toda a receita bruta de vendas ou prestação de serviço do ano anterior.

 Para fazer esse cálculo é importante ter organização e acompanhar todas as entradas do mês. A legislação esclarece que o MEI deve preencher uma declaração mensal das receitas brutas. Vale destacar que não é obrigatório apresentar esse documento, mas ele é útil para a gestão financeira da empresa e para o controle do faturamento.

 Ao realizar esse levantamento, você poderá avaliar mensalmente se a receita bruta anual está dentro do limite estabelecido pela legislação. Se a empresa estiver crescendo e com ganhos acima do teto, você deverá tomar providências para regularizar a situação.

Como proceder ao ultrapassar o limite de faturamento MEI?

O MEI deve acompanhar os ganhos mensais para identificar se o limite de faturamento foi ultrapassado e qual o valor disso, já que há diferenças quando o excesso é menor ou maior que 20%.

 Por exemplo, se um MEI atingiu a receita bruta acumulada de R$90 mil, ultrapassou o limite de faturamento de R$ 81 mil, mas ficou dentro da faixa de 20%, ou seja, com ganho igual ou inferior a R$ 97,2 mil. Nesse caso, o microempreendedor deve comunicar o fato até o último dia útil do mês subsequente àquele em que tenha ocorrido o excesso.

 Quando o limite ultrapassado for de até 20%, o desenquadramento como MEI será feito a partir do primeiro dia do ano seguinte em que o fato aconteceu e o empreendedor deve migrar para uma categoria adequada aos ganhos.

 Mesmo que a mudança seja para o próximo ano, é fundamental dar atenção às receitas nos meses seguintes. Caso o negócio tenha receita bruta acima do permitido nesse período, será necessário fazer nova comunicação sobre a ultrapassagem do limite de faturamento.

 Nos casos em que o excesso de receita bruta for superior a 20%, o desenquadramento será feito de forma retroativa a partir da data de abertura do CNPJ. Nessa situação, o empresário deve solicitar imediatamente o desenquadramento da condição de MEI.

 É essencial comunicar o fato dentro do prazo, solicitar o enquadramento na categoria adequada e recolher os tributos de forma retroativa, caso isso não aconteça, os impostos serão acrescidos de juros e multas.

Quais as opções para quem ultrapassar o limite de faturamento MEI?

A gestão de um MEI é relativamente simples, contudo, é importante dar atenção às finanças para não ter que arcar com juros e multas, especialmente quando acontece acúmulo de receita bruta acima do limite.

 Nessa situação, o empreendedor deve fazer a comunicação do fato pelo sistema do Simples Nacional e migrar para uma categoria compatível com os novos ganhos da empresa.

 As principais opções para isso são microempresa (ME), se o faturamento anual for de até R$ 360 mil, ou empresa de pequeno porte (EPP), com receita de até R$ 4,8 milhões.

 A importância de contar com uma contabilidade para MEI

Ter apoio de um contador pode ser positivo para o controle dos ganhos mensais, analisar caso o negócio obtenha receita bruta maior do que a permitida e tomar as providências para regularizar a situação.

 A legislação e os procedimentos em caso de ultrapassagem de limite de faturamento podem ser um pouco mais difíceis de compreender, e contar com apoio de uma contabilidade pode ajudar você a realizar a comunicação de desenquadramento no prazo correto e a fazer a migração para a nova categoria.

 Buscar apoio para cuidar da parte burocrática do seu negócio é uma atitude significativa para o crescimento e a saúde financeira dele, evitando complicações e multas. Além disso, você consegue focar a sua atenção em atividades mais estratégicas.

 Conte com o auxílio da ERJ Account!

Esperamos que o texto tenha ajudado você a entender como proceder caso ultrapasse o limite de faturamento MEI. Se tiver ficado com alguma dúvida, fale conosco!

Somos uma empresa que atua em Abertura e Assessoria para MEI para que sua empresa tenha o melhor atendimento que cumpra as suas necessidades como um Microempreendedor.

 Gostou do conteúdo? Precisa de ajuda com o faturamento do seu MEI? Então não espere mais. Entre em contato!

CLIQUE E TENHA APOIO PARA LIDAR COM QUESTÕES DE FATURAMENTO E ENQUADRAMENTO MEI!

5/5 - (1 vote)

Summary
O que fazer ao ultrapassar o limite de 20% de faturamento da MEI?
Article Name
O que fazer ao ultrapassar o limite de 20% de faturamento da MEI?
Description
Veja o que fazer ao ultrapassar o limite de 20% de faturamento da MEI. Saiba agora mesmo como manter sua empresa em conformidade.
Author
Publisher Name
ERJ Account
Publisher Logo

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Design Sem Nome 8  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Obrigações fiscais anuais da sua empresa

Obrigações fiscais anuais da sua empresa Em primeiro lugar, no Brasil, há determinadas obrigações fiscais anuais da sua empresa que você precisa se atentar. Entenda mais. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Independentemente do porte ou do regime tributário, todas as

Design Sem Nome 7  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Como funciona a contabilidade rural?

Como funciona a contabilidade rural? No Brasil, onde o setor primário da economia desempenha um papel crucial, então, entenda como funciona a contabilidade rural. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Falta de contabilidade resulta em quê? Lavagem de dinheiro Ela emerge como uma ferramenta essencial para impulsionar o desenvolvimento agrícola, não

Design Sem Nome 6  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro Certamente, a contabilidade é a espinha dorsal de qualquer negócio bem-sucedido e, a falta de uma contabilidade eficiente é um prejuízo financeiro. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Isso porque sem uma gestão contábil eficiente,

Design Sem Nome 5  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Lavagem de dinheiro: como se prevenir?

Lavagem de dinheiro: como se prevenir? A lavagem de dinheiro é uma prática criminosa que envolve a transformação de recursos obtidos ilegalmente em ativos aparentemente legítimos, mas tem como se prevenir? Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Certamente, no Brasil, o

Coletiva Desoneracao Mcamgo Abr 04062024 9 - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha O Governo, nesta terça-feira (4), restringiu o uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha de Pagamento. Essa medida foi implementada para compensar a perda de receitas decorrente do acordo que preservou a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia e para pequenos municípios este ano.

Recomendado só para você
Entenda a diferença entre MEI e ME MEI e ME…
Cresta Posts Box by CP