Regime tributário: entenda qual o melhor para psicólogos

Neste artigo você vai ver:

Regime tributário

Tipos de regime tributário para psicólogos: quais são e como escolher o melhor?

Para uma empresa funcionar ela precisa de enquadrar em um regime tributário, entenda qual o melhor para psicólogos

O psicólogo é um profissional que, assim como outros, precisa seguir determinadas regras para exercer sua função. Uma dessas regras é o regime tributário, que deve ser escolhido conforme as atividades exercidas pelo psicólogo.

Existem três tipos de regime tributário para psicólogos: o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real. Cada um tem suas vantagens e desvantagens, e é importante que o psicólogo analise qual melhor se adapta às suas atividades antes de escolher um.

Neste artigo, vamos abordar os três tipos de regime tributário para psicólogos e daremos dicas sobre como escolher o melhor regime tributário para você.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A ERJ pode ajudar você na abertura de sua empresa, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

O que é regime tributário

O regime tributário é uma forma de organizar como sua empresa paga impostos.

Existem quatro opções disponíveis no Brasil, são elas: o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido e também o MEI.

Cada uma dessas opções apresenta vantagens com relação à redução de impostos, e isso pode variar muito segundo o porte da empresa. 

É fundamental contar com ajuda profissional visando decidir qual é o melhor regime tributário para você, psicologo. 

Essas postagens também podem te interessar:

Qual regime tributário psicólogo pode escolher

É importante para os psicólogos ficarem atentos aos regimes tributários aos quais eles podem se inscrever. 

Os regimes tributários apresentam vantagens e desvantagens diferentes e você precisa entender cada uma delas.

O Simples Nacional é uma forma de tributação que transformou a tributação para microempresários e empresas de pequeno porte, pois as taxas e contribuições federais, estaduais e municipais em um único boleto. 

Já o lucro real é adequado para psicólogos que têm uma determinada receita todos os meses. Isso significa que as alíquotas são fixas e proporcionalmente mais baixas do que pagas com o Simples Nacional. 

Os psicólogos podem, então, fazer uma melhor estimativa de seus impostos e economizar dinheiro com isso.

Já o lucro presumido, é uma alternativa vantajosa para empresas de menor porte, pois apresenta um percentual de tributação fixo sobre a receita de sua empresa, independentemente da margem de lucro. 

Todos os regimes tributários são ótimas opções para psicólogos, mas depende do tamanho da sua empresa.

Evite problemas, tenha uma contabilidade ao seu lado!

Conte com quem entende do assunto!

As burocracias empresariais são diárias e bastante complexas, mas você não precisa lidar com isso sozinho, afinal, um empresário possui diversas obrigações e essa não precisa ser mais uma delas.

A escolha do regime tributário para sua empresa pode ser analisada por uma equipe que entenda do assunto!

Entre em contato com um de nossos consultores e saiba como podemos te auxiliar da melhor maneira possível.

Para falar conosco, basta clicar no link abaixo, informar os seus dados, clicar em “Enviar” e, em poucas horas, um de nossos especialistas entrará em contato!

Ou caso prefira, clique no ícone do WhatsApp, no canto da tela, e fale com nossa equipe agora mesmo!

Psicólogo, conheça o melhor regime tributário para você!

Classifique nosso post

Summary
 Regime tributário: entenda qual o melhor para psicólogos
Article Name
Regime tributário: entenda qual o melhor para psicólogos
Description
Tipos de regime tributário para psicólogos: quais são e como escolher o melhor? Para saber mais do assunto, leia o nosso artigo!
Author
Publisher Name
ERJ Account
Publisher Logo

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Design Sem Nome 8  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Obrigações fiscais anuais da sua empresa

Obrigações fiscais anuais da sua empresa Em primeiro lugar, no Brasil, há determinadas obrigações fiscais anuais da sua empresa que você precisa se atentar. Entenda mais. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Independentemente do porte ou do regime tributário, todas as

Design Sem Nome 7  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Como funciona a contabilidade rural?

Como funciona a contabilidade rural? No Brasil, onde o setor primário da economia desempenha um papel crucial, então, entenda como funciona a contabilidade rural. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Falta de contabilidade resulta em quê? Lavagem de dinheiro Ela emerge como uma ferramenta essencial para impulsionar o desenvolvimento agrícola, não

Design Sem Nome 6  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro Certamente, a contabilidade é a espinha dorsal de qualquer negócio bem-sucedido e, a falta de uma contabilidade eficiente é um prejuízo financeiro. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Isso porque sem uma gestão contábil eficiente,

Design Sem Nome 5  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Lavagem de dinheiro: como se prevenir?

Lavagem de dinheiro: como se prevenir? A lavagem de dinheiro é uma prática criminosa que envolve a transformação de recursos obtidos ilegalmente em ativos aparentemente legítimos, mas tem como se prevenir? Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Certamente, no Brasil, o

Coletiva Desoneracao Mcamgo Abr 04062024 9 - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha O Governo, nesta terça-feira (4), restringiu o uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha de Pagamento. Essa medida foi implementada para compensar a perda de receitas decorrente do acordo que preservou a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia e para pequenos municípios este ano.

Recomendado só para você
Tipos de sociedade para abertura de um escritório de advocacia:…
Cresta Posts Box by CP