Simples Nacional: tributação descomplicada para microempresas

Neste artigo você vai ver:

Simples Nacional Descomplicando Impostos Para Empresas! - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Como funciona a tributação no Simples Nacional?

Guia completo sobre o funcionamento e benefícios do Simples Nacional: desvendando a tributação para micro e pequenas empresas

O Simples Nacional é um regime de tributação simplificado e vantajoso para micro e pequenas empresas. Esse enquadramento busca facilitar o cumprimento das obrigações fiscais e reduzir a carga tributária para esses empreendimentos. 

Neste artigo, explicaremos em detalhes como funciona a tributação no Simples Nacional, fornecendo informações importantes e relevantes sobre o tema.

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicado, principalmente, às Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). Através desse regime, é possível unificar o recolhimento de diversos impostos, simplificando a gestão tributária das empresas.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A ERJ pode ajudar você na abertura de sua empresa, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Leia também:

Quais empresas podem optar pelo Simples Nacional?

Para aderir ao Simples Nacional, a empresa precisa atender a alguns requisitos, tais como:

Faturamento anual: as microempresas têm um limite de faturamento bruto anual de até R$ 360 mil, enquanto as empresas de pequeno porte podem faturar até R$ 4,8 milhões por ano.

Natureza jurídica adequada: nem todas as atividades empresariais são permitidas no Simples Nacional. Algumas categorias, como instituições financeiras, por exemplo, não podem optar por esse regime.

Como é calculada a tributação no Simples Nacional?

A tributação no Simples Nacional é realizada com base em uma tabela progressiva, onde a alíquota a ser aplicada varia de acordo com a receita bruta da empresa nos últimos 12 meses. Essa tabela é atualizada periodicamente, por isso é importante verificar as alíquotas vigentes no momento da leitura deste artigo.

As alíquotas são divididas em faixas de faturamento e podem variar entre 4% a 33%, dependendo da atividade exercida pela empresa. Quanto maior a receita bruta, maior a alíquota a ser aplicada.

Quais impostos são cobrados pelo Simples Nacional?

No Simples Nacional, os seguintes impostos são unificados em uma única guia de pagamento:

  • Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)
  • Imposto sobre Serviços (ISS)
  • Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS)
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)
  • Contribuição para a Seguridade Social (CPP)
  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)

 

Diferencial do Simples Nacional

O principal diferencial do Simples Nacional é a simplificação da carga tributária para as micro e pequenas empresas. Antes da implementação desse regime, esses empreendimentos muitas vezes se viam sobrecarregados com uma série de obrigações fiscais e burocracias, o que dificultava sua sobrevivência no mercado.

Com o Simples Nacional, as empresas podem concentrar seus esforços na atividade fim do negócio, em vez de gastar tempo e recursos na gestão tributária complexa. Além disso, o regime oferece alíquotas reduzidas em comparação com outros regimes de tributação, o que pode significar uma economia significativa para as empresas.

Estruture o processo de implantação ou administração

Antes de aderir o Simples Nacional, é importante realizar um planejamento tributário para analisar se o regime é realmente vantajoso para o negócio. Em alguns casos, dependendo da atividade e do faturamento, pode ser mais benéfico optar por outro regime de tributação.

Cada caso deve ser analisado individualmente, considerando a atividade da empresa, o faturamento e outros aspectos que impactam na escolha do regime tributário mais adequado. Por isso, recomenda-se a consulta a um contador ou especialista em tributação para tomar a decisão mais acertada.

Onde você encontra isso com mais facilidade e qualidade garantida é na ERJ Account. Não pague um centavo a mais em impostos através do nosso planejamento tributário.

Fale com a nossa equipe agora mesmo!

Clique aqui para falar com os profissionais especializados da ERJ

5/5 - (1 vote)

Summary
Simples Nacional: tributação descomplicada para microempresas
Article Name
Simples Nacional: tributação descomplicada para microempresas
Description
Descubra como o Simples Nacional simplifica a tributação para micro e pequenas empresas, reduzindo impostos e burocracias. Guia completo!
Author
Publisher Name
EJPL SERVICOS ( ERJ )
Publisher Logo

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Design Sem Nome 8  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Obrigações fiscais anuais da sua empresa

Obrigações fiscais anuais da sua empresa Em primeiro lugar, no Brasil, há determinadas obrigações fiscais anuais da sua empresa que você precisa se atentar. Entenda mais. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Independentemente do porte ou do regime tributário, todas as

Design Sem Nome 7  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Como funciona a contabilidade rural?

Como funciona a contabilidade rural? No Brasil, onde o setor primário da economia desempenha um papel crucial, então, entenda como funciona a contabilidade rural. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Falta de contabilidade resulta em quê? Lavagem de dinheiro Ela emerge como uma ferramenta essencial para impulsionar o desenvolvimento agrícola, não

Design Sem Nome 6  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro

Falta de contabilidade é prejuízo financeiro Certamente, a contabilidade é a espinha dorsal de qualquer negócio bem-sucedido e, a falta de uma contabilidade eficiente é um prejuízo financeiro. Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Isso porque sem uma gestão contábil eficiente,

Design Sem Nome 5  - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Lavagem de dinheiro: como se prevenir?

Lavagem de dinheiro: como se prevenir? A lavagem de dinheiro é uma prática criminosa que envolve a transformação de recursos obtidos ilegalmente em ativos aparentemente legítimos, mas tem como se prevenir? Leia também: Uso de PIS e Cofins com novas regras Esqueceu de fazer o IR 2024? Fazemos sua contabilidade internacionalmente Certamente, no Brasil, o

Coletiva Desoneracao Mcamgo Abr 04062024 9 - ERJ Assessoria Contábil e Tributaria

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha

Uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha O Governo, nesta terça-feira (4), restringiu o uso de PIS/Cofins para desoneração na Folha de Pagamento. Essa medida foi implementada para compensar a perda de receitas decorrente do acordo que preservou a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia e para pequenos municípios este ano.

Recomendado só para você
Reforma Tributária: quais os efeitos para os empresários? Descubra quais…
Cresta Posts Box by CP